Materia site

Adesão à Unimed com condições especiais vai até dia 15

Mês de agosto é mês de promoção para adesão ao plano de saúde da Unimed Baixa Mogiana, e já está acontecendo. Os associados podem aderir ao plano até o dia 15, a vantagem é que se o interessado for aprovado sem restrições, durante perícia, ele não passará pelo período de carência, como acontece em todos os outros meses.

Já os que tiverem restrições poderão utilizar os serviços de urgências e emergências, consultas e exames complementares, que não estiverem vinculados às restrições detectadas durante perícia. Outros serviços que usuários com restrições poderão utilizar são: procedimentos ambulatoriais, internações clínicas e parto. Quando vencer o período de restrições, usuários portadores de DLP (Doença ou Lesão Preexistente) poderão utilizar todos os serviços contratados.

O plano de saúde Unimed Baixa Mogiana tem ampla abrangência e pode ser usado em Mogi Guaçu, Mogi Mirim e Itapira. É regulamentado pela ANS nº 311847 (Agência Nacional de Saúde Suplementar) e reconhecido pelo Ministério da Saúde. O valor da mensalidade varia de acordo com a idade do usuário.

Como funciona a adesão

O primeiro passo é aderir à promoção entre os dias 01 e 15 de agosto e depois passar por perícia.

Se durante perícia, uma DLP (Doença ou Lesão Preexistente) for detectada, o candidato terá que cumprir um período de carência ou CPT (Cobertura Parcial Temporária), de até 24 meses a partir da data de vigência do plano. No entanto, este período só precisará ser cumprido se algo for detectado.

Para o candidato que não apresentar DLP, a utilização de todos os serviços de saúde contratados começarão a partir da liberação da Unimed. Já os que apresentarem alguma restrição, poderão utilizar estes serviços: urgências e emergências, consultas e exames complementares, procedimentos ambulatoriais, internações clínicas e parto, até vencer o período da cobertura parcial. Quando vencer este período de carência, o usuário também poderá utilizar todos os serviços contratados.

Confira abaixo quanto tempo dura cada carência, sabendo que você estará isento de todas elas se tornar-se usuário durante a promoção:

24 horas– Urgência e emergência: acidentes pessoais, complicações no processo gestacional e risco imediato de vida devidamente comprovado pelo médico assistente;

30 dias– Consultas e exames complementares;

90 dias– Procedimentos ambulatoriais;

180 dias– Internações clínicas e cirúrgicas;

300 dias– Parto a termo.

Se você já estava planejando ter um plano de saúde, entre em contato com o setor de Convênios: 3851 8400 (ramal 2), e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto. Mas corra, pois o período de adesão é muito curto!

Dúvidas frequentes

O que é período de carência?

De acordo com o site da ANS, é a quantidade de dias ou meses em que você não pode utilizar determinado benefício. No caso de plano de saúde, refere-se ao período em que o usuário não poderá realizar determinados exames ou procedimentos. 

O que é DLP (Doença ou Lesão Preexistente)?

A ANS, afirma que DLP (Doença ou Lesão Preexistente) são doenças que as pessoas já possuíam ou sofriam antes de contratar ou aderir a um plano de saúde.

Alguns dos exemplos de DLP são: varizes, doenças cardíacas, doenças oftalmológicas como: miopia, astigmatismo e catarata, dentre outras.

O que é CPT (Cobertura Parcial Temporária)?

Novamente de acordo com a ANS, a CPT (Cobertura Parcial Temporária) resume-se a um período de no máximo 24 meses, em que o usuário do plano de saúde não poderá utilizar determinado serviço por ter contratado o plano sendo portador de uma DLP (Doença ou Lesão Preexistente) que já havia antes da contratação do plano. Após o período indicado pela operadora do plano, que não ultrapassará os 24 meses, o usuário poderá usufruir de todos os benefícios contratados.

Comentários estão fechados.