Foto-Materia-site_reabertura

Após mais de 70 dias fechados, vários segmentos reabrem na segunda-feira (08)

Os segmentos dos estabelecimentos enquadrados na fase 2 do Plano São Paulo funcionarão pelo período de 4 horas, todos os dias da semana, seguindo recomendações sanitárias

Ontem (04) pela manhã, na Secretaria de Saúde, houve uma reunião entre representantes do poder público e do setor econômico local. Neste encontro oficializou-se a reabertura das atividades econômicas, liberadas por Decreto Estadual, constantes na fase 2 do Plano São Paulo. A reabertura gradual acontecerá a partir desta segunda-feira (08).

O encontro contou com representantes do COE (Comitê de Operações Emergenciais), da Vigilância Sanitária, da Guarda Civil Municipal, da Associação Comercial e Industrial de Mogi Guaçu, do shopping Buriti e dos Bulevares.

Pela resolução do COE e da Vigilância Sanitária, haverá protocolos a seguir, de acordo com os segmentos, e todos deverão respeitar a abertura gradual do comércio de 4 horas, respeitando os dias de funcionamento de cada segmento. Bulevares e shopping, por exemplo, poderão funcionar aos domingos, de acordo com o horário estabelecido pelas autoridades sanitárias. Os comércios que estavam trabalhando com entrega e retirada de produtos, poderão continuar trabalhando dessa forma fora das 4 horas de funcionamento tradicional.

O site da Associação Comercial abrigará o TERMO DE RESPONSABILIDADE que deverá ser impresso pelas empresas autorizadas a funcionar. Este termo deverá ser impresso e exposto em local visível, ele conterá as normas de condutas que devem ser adotadas tanto por funcionários quanto por clientes.

Neste período de readaptação está proibido que os comércios façam promoções, liquidações e eventos que causem aglomeração. As empresas que tiverem espaço kids, também deverão desativar a área.

O Plano São Paulo classificou o estado em cinco fases para reabertura. Estas fases serão monitoradas a cada 14 dias, se a curva de contágio aumentar, o município poderá fazer restrições e voltar um nível na classificação sugerida pelo governo estadual, ou se a curva diminuir, o município poderá avançar para a próxima fase, e assim sucessivamente, até atingir o nível 5 que é onde todos os setores da economia poderão funcionar livremente. Por isso o plano diz retomada consciente, pois depende de medidas responsáveis tanto por empresários, quanto funcionários e população para que o número de infectados diminua e o cotidiano possa ser retomado.

“Após mais de 70 dias de comércio fechado, temos uma boa notícia que é a flexibilização do horário de funcionamento do comércio a partir de segunda-feira, dia 08, para atividades não essenciais. Ficamos felizes com esta oportunidade, mas devemos zelar pelas orientações sanitárias da Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária. Assim, poderemos aumentar o horário de funcionamento das atividades autorizadas na fase dois e poderemos avançar para a fase três, com mais segmentos voltando a funcionar”, afirmou a presidente da Associação Comercial, Sonia Zanuto.

Horário autorizado para o funcionamento das atividades econômicas

Como calcular a quantidade de pessoas que poderão estar ao mesmo tempo dentro dos estabelecimentos

De acordo com o documento, é obrigatório que haja uma pessoa a cada 5 metros. Para calcular quantas pessoas serão autorizadas a estar no interior do estabelecimento ao mesmo tempo deve-se dividir a metragem do espaço, constante no alvará de funcionamento, e dividir por cinco. O resultado representará o número máximo de pessoas. Esta quantidade deve incluir tanto funcionários quanto clientes.

Por exemplo: um imóvel de 50 metros quadrados divido por 5, poderá ter 10 pessoas ao mesmo tempo em seu interior (clientes e funcionários).

As empresas serão fortemente fiscalizadas pela Guarda Civil Municipal e pela Vigilância Sanitária. Os que descumprirem as medidas sanitárias poderão ser multados ou terem o alvará cassado. O valor da multa varia de R$276 a R$27 mil.

Veja abaixo a presidente Sonia Zanuto dando esclarecimentos sobre o protocolo disponível no site da Associação, que deve ser impresso e afixado nas lojas:

Reaberta gradual e consciente das Atividades Econômicas em Mogi Guaçu

Em reunião hoje (04) pela manhã, o Centro de Operações Emergenciais em Saúde, aprovou a retomada gradual de cinco atividades econômicas previstas na fase 2 do Plano São Paulo, instituído pelo Governo do Estado.Comércio em geral, shoppings, imobiliárias, escritórios e concessionárias de veículos estão permitidos a funcionar com restrições, com horário reduzido e limitação de número de pessoas no ambiente do estabelecimento.Esses estabelecimentos permitidos na fase 2 deverão baixar o Termo de Responsabilidade em nosso site, www.acimg.com.br, inclusive os não associados. Esse documento, deverá ser impresso, assinado e fixado no acesso ao estabelecimento, seguindo os protocolos. É imprescindível que este protocolo esteja fixado na porta do estabelecimento.

Posted by Associação Comercial e Industrial de Mogi Guaçu on Thursday, June 4, 2020

Crédito: Fotografia da Secretaria de Comunicação Social

Tags: No tags
0

Comments are closed.