O Horário Brasileiro de Verão, amado ou odiado pelos brasileiros termina neste domingo (17). Então à 0h de domingo, o relógio volta para 23h e o País terá uma hora a mais para aproveitar a noite de sábado.

A mudança deve acontecer em 10 estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e o Distrito Federal, que estão desde o dia 04 de novembro do ano passado, sob este horário especial.
O objetivo do Horário de Verão é minimizar a sobrecarga de consumo durante horários de picos de uso. Exemplo disso é quando as pessoas chegam em casa, depois das 18h e usam eletroeletrônicos e chuveiro elétrico, em grande quantidade. A luz do sol faz com que lâmpadas sejam ligadas mais tarde, contribuindo assim, para diminuir o consumo de energia.

Um pouco de história
O Horário de Verão foi criado pelo cientista e político estadunidense, Benjamin Franklin, em 1784. Mas foi usado pela primeira vez, somente em 1916, quando a Alemanha usou o horário durante a 1ª Guerra Mundial. O objetivo foi economizar o combustível usado na iluminação artificial.
No Brasil, o horário foi adotado em outubro de 1931, durante o governo de Getúlio Vargas, que o utilizou até o ano seguinte. Após um longo período esquecido, o horário foi retomado na década de 1980 e utilizado até os dias de hoje.