shopping-center-vazio-01

Pesquisa aponta queda de quase 60% nas vendas do Dia das Mães

Associação Comercial optou por investir R$110 mil, que seria usado na campanha de vendas, na isenção de mensalidades dos associados.

O Dia das Mães, segunda data comemorativa mais importante do ano, que fica atrás somente do Natal, terá queda muito expressiva em relação ao ano passado. De acordo com pesquisa divulgada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio), devido à Covid-19, a queda será de 59,2%.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, disse que as vendas serão bem menores do que as da Páscoa, que teve recuo de 31,6%. “O Dia das Mães deste ano ocorrerá em meio ao fechamento de segmentos importantes para a venda de produtos voltados para a data, como vestuário, lojas de eletrodomésticos, móveis e eletroeletrônicos. Já a Páscoa tem como característica a venda de produtos típicos em segmentos considerados essenciais, como supermercados, que permaneceram abertos desde o início do surto de covid-19”, afirmou a publicação.

As áreas que sofrerão maior retração são: vestuário e calçados (-74,6%), móveis e eletrodomésticos (-66,8%), artigos de informática e comunicação (-62,5%). Seguidos por: utilidades domésticas e eletroeletrônicos (-59,8%), farmácias, perfumarias e cosméticos (-56,2%), hiper, super e minimercados (-47,7%), livrarias e papelarias (-37,5%).

“Esse percentual é realmente o que nós lojistas estamos sentindo em relação às vendas do Dia das Mães. Mesmo com todas as ações que estamos fazendo, a pesquisa da CNC tende a se confirmar. Mas esperamos que com o uso de máscaras pela população, aconteça a diminuição de casos de contaminação do coronavírus e que o comércio possa voltar a funcionar. A esperança agora está na data comemorativa do Dia dos Namorados. Vamos torcer”, comentou Sonia Zanuto, presidente da Associação Comercial.

A pesquisa aponta ainda que três estados no nordeste terão maior queda: Ceará (-74,2%), seguido por Pernambuco (73,5%) e Bahia (66,2%). A região sudeste é responsável por mais da metade das vendas para a data. A queda por estado está estimada desta forma: São Paulo (-58,7%), Rio de Janeiro (-47,4%) e Minas Gerais (-46,6%).

Associação Comercial e o Dia das Mães

Uma aliada que impulsiona as vendas do comércio guaçuano nas datas comemorativas é a campanha anual de vendas, promovida pela Associação Comercial e Industrial de Mogi Guaçu, que distribui prêmios para os ganhadores das empresas participantes da promoção. Como este ano a situação está atípica, e portanto não houve a Campanha Anual de Vendas, a entidade optou por investir o dinheiro que seria distribuído na campanha para auxiliar os associados. Dentro de dois meses foram investidos R$110 mil em isenções de mensalidade.

“Entendemos que nesse momento essa isenção é mais importante do que a campanha anual. Esta ação foi tomada para ajudar os associados, principalmente os empresários de comércios não essenciais, que permaneceram fechados e não tiveram como incentivar o consumo”, comenta o superintendente da Associação, Adenilson Junior dos Reis.

Tags: No tags
0

Comments are closed.